Por mais que as críticas aqui no blog estejam meio paradas, esse ano eu li muito. Aliás, quantitativamente, foi o ano que mais li (ultrapassando os 54 livros de 2011). No ,total foram 42 livros e 18 quadrinhos, bem acima da meta de 36 que coloquei em dezembro de 2012. Outra que cresceu foi a minha biblioteca particular. Já são mais de 250 livros e não há mais espaço no meu quarto.

Para esquentar os motores, vamos ao top 3 dos dois últimos anos:

Ranking dos últimos anos
2011: 3º – Desventuras em série, Lemony Snicket || 2º – Os três mosqueteiros, Alexandre Dumas || 1º – Peter Pan, J. M. Barrie
2012: 3º – A invenção de Hugo Cabret, Brian Selznick || 2º – Jogador nº 1, Ernest Cline || 1º – A torre negra, Stephen King

2013

3º lugar: A dança da morte – Stephen King

Nunca o King me fez sentir tanto medo com uma ameaça que pode realmente acontecer no mundo real. Além disso, o livro é um tratado sobre como as pessoas se comportam em sociedade e como situações extremas podem influenciar as decisões em prol do coletivo ou do individual. Isso sem falar na épica batalha entre o bem e o mal, representado aqui por um dos vilões mais clássicos do King: Randall Flagg. Um baita livro que já integra meu top 5 livros do mestre. Para ler a crítica completa, clique aqui.

2º lugar: O encontro marcado – Fernando Sabino

Imagem de: Dragões encaixotados (http://dragoesencaixotados.com.br)

Como bom belo-horizontino, conheço algumas das histórias envolvendo a literatura local. Uma das mais famosas é a dos quatro cavaleiros do apocalipse: Fernando Sabino, Otto Lara Resende, Hélio Pelegrino e Paulo Mendes Campos. Analisar a obra de cada um é observar elementos em comum que os uniam e que montam o retrato da época em que viveram. Mas se há um livro que resuma tudo, esse é O encontro Marcado. O livro de uma geração, ou melhor, o livro de várias gerações. Para ler a crítica completa, clique aqui.

1º lugar – Daytripper – Fábio Moon e Gabriel Bá

A melhor coisa que li em 2013 não foi um livro, foi uma HQ. A história de Brás (e qualquer semelhança com o Brás Cubas, do Machado de Assis, não é coincidência) é tocante, profunda e aborda um dos pontos principais da nossa existência: todos vamos morrer, mas quando isso será? Surpreendendo o leitor desde o primeiro capítulo, os gêmeos Fábio e Gabriel trazem uma lição da finitude humana e me fizeram pensar nisso por dias e dias seguidos. É, sem dúvidas, a melhor leitura que fiz em 2013. Leia a crítica completa aqui.

Menções honrosas: As vantagens de ser invisível, de Stephen Chbosky; Cai o pano, de Agatha Christie; Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis; Turma da Mônica: Laços, dos irmãos Cafaggi; Os meninos da rua Paulo, de Ferenc Mólnar; e O monstro, do Fábio Coala.

Lista de livros lidos em 2013
(as datas são relativas ao término da leitura)

11/02 – A dança da morte – Stephen King
16/02 – As vantagens de ser invisível – Stephen Chbosky
25/02 – Morte súbita – J. K. Rowling
08/03 – Cai o pano – Agatha Christie
09/03 – Anjos do Sagrado Coração – Collen Curran
15/03 – eles eram muitos cavalos – Luiz Ruffato
05/04 – O encontro marcado – Fernando Sabino
17/04 – Por favor, cuide da mamãe – Kyung-Sook Shin
24/04 – Reinações de Narizinho – Monteiro Lobato
25/04 – O saci – Monteiro Lobato
24/05 – Memórias póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis
25/05 – 4 novelas eróticas – Vários autores
05/06 – a máquina de fazer espanhóis – valter hugo mãe
10/06 – O desatino da rapaziada – Humberto Werneck
11/06 – O vento pela fechadura – Stephen King
22/06 – Cidades mortas – Monteiro Lobato
28/06 – A maldição – Stephen King
04/07 – Viagem ao céu – Monteiro Lobato
10/07 – O quinze – Rachel de Queiroz
13/07 – Valente para todas – Vitor Cafaggi
14/07 – Duo.tone – Vitor Cafaggi
18/07 – Daytripper – Fábio Moon e Gabriel Bá
20/07 – Assassinato no Expresso do Oriente – Agatha Christie
21/07 – Caçadas de Pedrinho – Monteiro Lobato
22/07 – Turma da Mônica: Laços – irmãos Cafaggi
23/07 – Astronauta: Magnetar – Danilo Beyruth
18/08 – Madame Bovary – Gustave Flaubert
20/08 – Memórias de Emília – Monteiro Lobato
23/08 – A morte da porta-estandarte, Tati, a garota e outras histórias – Aníbal Machado
28/08 – Os homens que não amavam as mulheres – Stieg Larsson
01/09 – Os meninos da rua Paulo – Ferenc Molnár
08/09 – A menina que brincava com fogo – Stieg Larsson
17/09 – A rainha do castelo de ar – Stieg Larsson
24/09 – Negrinha – Monteiro Lobato
29/09 – O Picapau Amarelo – Monteiro Lobato
04/10 – A ilha – Fernando Morais
06/10 – Noah foge de casa – John Boyne
09/10 – Chico Bento: Pavor espaciar – Gustavo Duarte
13/10 – A hospedeira – Stephenie Meyer
14/10 – A reforma da natureza – Monteiro Lobato
14/10 – Psicose – Robert Bloch
18/10 – O verão de Chibo – Vanessa Bárbara e Emílio Faria
24/10 – Existem tesouros em todo lugar – Bill Watterson
26/10 – Os dias estão todos ocupados – Bill Watterson
28/10 – Felino selvagem psicopata e homicida – Bill Watterson
29/10 – O mundo é mágico – Bill Watterson
14/11 – O pedreiro – Digo Freitas
14/11 – 3×1: A montanha-russa; Coisas da vida; Feliz por nada – Martha Medeiros
14/11 – Disco – Digo Freitas
25/11 – Valente por opção – Vitor Cafaggi
28/11 – O monstro – Fábio Coala
08/12 – A garota Einstein – Philip Sington
10/12 – A chave do tamanho – Monteiro Lobato
14/12 – A Torre Negra: Nasce  pistoleiro – Peter David, Robin Furth, Jae Lee e Richard Isanove
17/12 – O ateneu – Raul Pompéia
21/12 – Torre Negra: O longo caminho para casa – Peter David, Robin Furth, Jae Lee e Richard Isanove
22/12 – Torre Negra: Traição – Peter David, Robin Furth, Jae Lee e Richard Isanove
24/12 – O presidente negro – Monteiro Lobato
29/12 – As memórias de Sherlock Holmes – Arthur Conan Doyle
31/12 – Torre Negra: A queda de Gilead – Peter David, Robin Furth, Jae Lee e Richard Isanove